O que será esse eu íntimo, esse observador silencioso, Severo e mudo crítico que nos atemoriza E nos impele a atividades sem sentido, Para no fim julgar-nos ainda mais severamente Pelos erros que suas próprias censuras nos fizeram cometer?

A Arte Francesa de Mandar Tudo à Merda [e-Livros] (Fabrice Midal)